No último dia 13, em Brasília, aconteceu a Câmara Técnica (CT) para avaliar os projetos validados no processo de seleção do 25º edital do PPP-ECOS, com recursos do Fundo Amazônia. Foram analisadas 138 propostas (projetos pequenos e de consolidação) por uma comissão composta por técnicos do ISPN e avaliadores externos (convidados do poder público, organizações parceiras e da academia). Outras 9 propostas foram desabilitadas por não cumprimento do exigido no edital. Também foram recebidas 10 cartas consultas, classificadas como projetos estratégicos, e que passarão por um processo diferenciado de seleção. Ao todo, foram recebidas 157 propostas neste edital.

Os critérios de avaliação da CT consideraram, principalmente, a viabilidade técnica, humana e financeira das propostas, a construção participativa e o alinhamento com a lógica da conservação ambiental por meio de práticas sustentáveis. As questões de gênero, juventude e etnia foram colocadas como diferencias em algumas propostas.

Os projetos seguem agora para a próxima etapa da seleção que consiste em análise feita pelo Comitê Gestor Nacional do PPP-ECOS.

Confira as tabelas 1 (Pequenos e Consolidação) e 2 (Estratégicos) com as propostas habilitadas no processo de seleção.