Nosso olhar ecossocial valoriza meios de vida sustentáveis e a estratégia institucional que adotamos para esse caminho é a Promoção de Paisagens Produtivas Ecossociais (PPP-ECOS). Ela promove a conservação ambiental e o equilíbrio climático aliados ao uso sustentável da biodiversidade, além de fortalecer a segurança alimentar, gerar renda e promover vida digna no campo por meio de diálogos e ações que assegurem o protagonismo comunitário em sintonia com o enfrentamento das desigualdades sociais.

Dentro dessas temáticas, a PPP-ECOS atua com diferentes questões como raça, etnia, educação, agroextrativismo e juventude, além do incentivo ao protagonismo das mulheres em projetos comunitários. Na Promoção de Paisagens Produtivas Ecossociais, a questão ambiental é aliada às pautas sociais.

De programa a estratégia para o desenvolvimento sustentável

Para entender como chegamos ao conceito sobre a PPP-ECOS enquanto estratégia institucional, é preciso resgatar seu histórico, que se confunde com o nosso:

Em 1994, fomos convidados para coordenar o Small Grants Programme (SGP), no Brasil, onde ficou conhecido como Programa de Pequenos Projetos Ecossociais (PPP-ECOS). Reconhecido internacionalmente como um programa de apoio a projetos comunitários, o SGP atua em 125 países com financiamento do Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF) e implementação do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O Programa fortaleceu no Brasil a abordagem de conservação que reconhece o protagonismo das comunidades rurais, inclusive aquelas fora de áreas protegidas, além de ter investido no Cerrado, bioma até então esquecido pelas políticas e projetos ambientais. Fruto dessa experiência, em 2013, expandimos a atuação do PPP-ECOS para a Caatinga, também com apoio do GEF. No mesmo ano, o Programa amplia suas fontes de financiamento, recebendo apoio do Fundo Amazônia/BNDES, e com isso aumenta sua área de atuação para três estados do bioma amazônico (MA, MT e TO).

A ampliação do PPP-ECOS reflete o crescimento do ISPN. Ao apoiarmos um projeto ecossocial, promovemos, além do repasse de recursos, iniciativas integradas para o fortalecimento de organizações comunitárias, formações, gestão do conhecimento, articulação nos territórios e incidência política, visando a consolidação de paisagens produtivas e conservadas por produzirem sustentavelmente. Isso nos fez perceber o PPP-ECOS como uma abordagem institucional, que a partir de 2019, passa a ser entendida como uma estratégia para a promoção de paisagens produtivas ecossociais.

Base para os Programas do ISPN

As experiências e os conhecimentos gerados com a PPP-ECOS subsidiam o ISPN na organização de seus Programas, que atuam de forma coordenada em diferentes temáticas e territórios.

São eles:

–  Programa Amazônia 

Programa Cerrado e Caatinga

Programa Maranhão  

– Programa Povos Indígenas

Ao atuarem em conjunto, esses programas apontam direções para o desenvolvimento sustentável e justo por meio da Promoção de Paisagens Produtivas Ecossociais, reforçando o protagonismo das populações locais que produzem, antes de tudo, os caminhos para o equilíbrio entre sociedade e natureza.

Confira o mapa com os projetos comunitários apoiados pela estratégia PPP-ECOS