Recursos hídricos da Caatinga

O clima da Caatinga é semiárido, o que influencia diretamente a disponibilidade hídrica da região. Este tipo climático é marcado por baixa umidade e irregularidade de chuvas, com longos períodos de escassez pluviométrica – que podem chegar a oito ou nove meses. Esta característica hídrica influencia os rios, em sua maioria intermitentes, que secam em algumas épocas, e desenham o ambiente de uma forma bastante particular. Apesar dos rios que nascem na Caatinga secarem na maior parte do ano, um dos mais importantes do Brasil, o São Francisco, tem 80% das suas águas situadas na região. Outro importante rio perene que corta a área é o Parnaíba.

As chuvas podem garantir a distribuição e acesso universal da água, desde que existam estratégias sustentáveis de coleta através de tanques, barragens e cisternas. Através da convivência racional com a Caatinga, é possível garantir o consumo de água humano, animal e para produção de alimentos. É válido salientar que pelo território há verdadeiros oásis que são os brejos, locais propícios ao cultivo e à sobrevivência de muitas espécies animais.

Últimas notícias sobre o bioma Caatinga

Veja todas as notícias