O misticismo das florestas

A Amazônia carrega em si a força presente na trajetória de seringueiros, indígenas, comunidades pesqueiras e outras populações tradicionais que convivem nessa floresta tropical e nos ensinam a usufruir dos seus recursos sem esgotá-los. O maior bioma brasileiro não é só fonte de renda para esses grupos, mas um espaço que desperta o fascínio necessário para existir a convivência de maneira sustentável. Com mais de 4 milhões de quilômetros quadrados no Brasil, 40% do território nacional*, a Amazônia nos mostra que suas regiões mais conservadas estão dentro das áreas protegidas pelas populações tradicionais.

Nas terras amazônicas, há a coleta e o beneficiamento de diversos frutos típicos do bioma, como açaí, babaçu, pupunha, tucumã e andiroba, bem como o aproveitamento de árvores bastante presentes na região, como a Maçaranduba e a Seringueira. A partir dessa rica biodiversidade também há a produção cultural, como as cestas de fibra de arumã e os acessórios de sementes de jarina.

Além da grande variedade de árvores e frutos, a Amazônia oferece importante fauna que dialoga com o modo de vida dos seus povos. Só de peixes, são cerca de duas mil espécies habitando os rios navegados por ribeirinhos, indígenas e pescadores, que têm na pesca importante atividade de sustento e incremento para a economia local da região  dos estados onde está presente: Acre, Amapá, Amazonas, Pará e Roraima, além de parte do território do Maranhão, Mato Grosso, Rondônia e Tocantins.

Junto a Floresta Tropical, que marca sua característica, as águas do bioma também possuem forte simbologia. A bacia amazônica é a maior bacia hidrográfica do planeta, com 1.100 afluentes. Não à toa, há a canção que no diz “esse rio é minha rua”. E são nessas águas doces que os povos das florestas também vivem suas crenças, culturas e valores. A famosa manifestação do Círio de Nazaré, o folclore de Sairé, o rito da Tucandeira entre outras manifestações demarcam que as florestas ecoam o misticismos de seus povos.

*O bioma Amazônia também está na Bolívia, Colômbia, Equador, Venezuela, Guiana, Guiana Francesa, Peru e Suriname, somando cerca de 6,9 milhões de quimômetro quadrados na América do Sul. 

Últimas notícias sobre o bioma Amazônia

Veja todas as notícias